Festa Junina 2018 – “Piauiês uma mistura de ritmos”

O Instituto Santo Agostinho traz esse ano como temática para a festa Junina, “Piauiês – Uma mistura de ritmos”, que tem como objetivo resgatar valores históricos e culturais do nosso Piauí. O evento acontecerá nos dias 29 de 30 de Junho, no Ginásio ISA, a partir das 18h30min. Na ocasião, nossos educandos irão apresentar o tema através de danças populares nordestinas e intervenções poéticas. Além disso, provocar uma reflexão entre o campo e a cidade e mostrar que a cultura do interior também pode estar inserida no que é urbano, e que nossos dialetos estão bem mais presentes no nosso dia a dia.

O modo de falar piauiense é dinâmico e rico em expressões que se ouvem nas ruas, residência, nas peças teatrais e na própria música e ficou conhecido como Piauiês. Surgiram vários termos que não estão no dicionário oficial e, devido a essa grande quantidade de palavras típicas, já existe até um dicionário próprio do vocabulário piauiense, chamado de “Novo Dicionário Rogério da Língua Piauiense”, que contém várias expressões e seus significados, escrito por Frei Rogério Russo escritor e teólogo.

Quem também já escreveu sobre a língua piauiense foi o escritor e jornalista Paulo José Cunha, autor do livro “Grande Enciclopédia Internacional de Piauiês”, que reúne várias palavras do cotidiano local.

“O modo de falar que chamamos de Piauiês é o modo como nos comunicamos usando expressões que são próprias da nossa região, de um bairro, uma rua ou de uma cidade. O próprio sotaque é diferente de região para região”, afirma Joaquim Monteiro, cartunista e autor do livro “Dê gaitadas a folote com Piauiês”.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *